sábado, 12 de agosto de 2017

ENTENDIMENTO: APLICAÇÃO E FUNCIONAMENTO INJETOR DAGUA DE CALDEIRA DE COMBUSTÍVEL SÓLIDO

CEI - CONSULTORIA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
ENTENDIMENTO: INJETOR DE CALDEIRA

ASSUNTO: ALINHAMENTO DE INFORMAÇÃO TECNOLÓGICA APLICAÇÃO INJETOR EM CALDEIRAS COMBUSTÍVEL SÓLIDO

Srs o INJETOR DE UMA CALDEIRA exigência de norma NR 13 aplicados em caldeiras de combustão de combustível sólidos foi inventado pelo colega Engenheiro Francês Henri Giffard em 1840.

Trata-se de um dispositivo mecânico que aspira água e a injeta na Caldeira através da velocidade do vapor e o principio de diferencial de pressão.

O Injetor dispõe de estrutura conificada e agulha cônica que se movimenta no seu interior observando que agulha também conificada avançando aumenta a velocidade do vapor caindo a pressão na sua câmara de baixa pressão consequentemente faz a sucção d’água e imediatamente na sua câmara de alta pressão injeta a água no sentido de entrada d’água na caldeira vence a válvula de retenção consequentemente fazendo a entrada d’água na caldeira.

Observem o desenho Giffard de cada letra abaixo onde pela analise apurada entende-se como funciona um INJETOR e compare com a foto do atual.
A - Steam pipe from boiler
Tubo de vapor que vem da caldeira

B - Steam needle valve
Válvula agulha do vapor

C - Steam needle valve handle
Válvula Manual

D - Steam and water combine here
Vapor e água combinado neste ponto.

E - Water feed pipe
Tubo de alimentação d'água.

F - Combining cone
Cone de combinação

G - Delivery nozzle & cone
Boca e cone de entrega

H - Delivery chamber & pipe
Câmara de entrega e tubo

K - Check valve
Válvula

L - Overflow
Descarga

Nota:
1. Neste artigo apresentamos o INJETOR na sequência estaremos desenvolvendo POP de Operação do Injetor que um procedimento que o Op. de Caldeira a combustível sólido tem que dominar quando houver a necessidade de opera-lo sendo da obrigação dele entender o funcionamento.

2. Esse trabalho de publicação de arquivos técnicos que desenvolve o Consultor SÊNIOR / ELETROMECÂNICA / QSMA objetiva esclarecer tecnicamente assuntos técnicos do processo de funcionamento de maquinas e equipamentos.

3. Caldeiras com combustível a gás, óleo e até sólido com demanda de carregamento controlado não há necessidade do injetor numa caldeira dessas temos o sistema automatizado para cortar fluxo de combustível para fornalha tipo apagando a fornalha não teremos mais demanda de calor para manter a água em ebulição e se acaba a produção de vapor passando a partir desse ponto a cair a pressão da caldeira.

4. O Injetor REFORÇO SÓ É PARA SER USADO DE FORMA EMERGENCIAL muitas empresas usam em MCC Manutenção Centrada da Confiabilidade duas bombas uma fica RESERVA e já vi empresa inclusive com energização elétrica para caldeira vindo Grupo Gerador DIESEL o mesmo que sustenta as bombas de combate a incêndio.

5. Todos soluções de engenharia precisam e são acreditadas consequentemente tem consistência quando se baseiam em princípios de ciência.

POP INJETOR DE CALDEIRA COMBUSTÍVEL SÓLIDO [COM DEMANDA DE CARGA DE COMBUSTIVEL NÃO CONTROLADA SUA ALIMENTAÇÃO COM A DEMANDA REQURIDA DE VAPOR]
1. RESULTADO ESPERADO
Alimentar de água a CALDEIRA que entre em defeito súbito da bomba d’agua de alimentação faz sua substituição emergencial.

Durante o rápido conserto da bomba.

2. MATERIAIS
+ Disponibilidade d’água
+ Válvula de retenção na frente do injetor operante.
+ Toda instalação de tubos rede de vapor, rede d’água e dreno da câmara do overflow do injetor disponibilizado.

3. PREPARAÇÃO.
- Identifique respectivanente as redes de vapor, alimentação d’água e escape conectadas no injetor.

4. OPERAÇÃO
- Isole a bomba d’água fechando a respectiva válvula de bloqueio.
- Abra o injetor o girando o manipulo anti-horário.
- Vá abrindo gradativamente válvula do vapor e assim como agora gire o manipulo do injetor no sentido horário na proporção que abra a válvula do vapor.
.
5. CUIDADOS
-  Observar atentamente pelo visor de nível da caldeira para confirmar que o volume no interior da caldeira está subindo até o nível máximo de enchimento.

- Alerta o INJETOR é para um atendimento EMERGENCIAL é para acudir a caldeira para que não ocorra superaquecimento da caldeira por falta d’água no interior da caldeira podendo até ainda expor os tubos convectivos ao vapor que tinha caldeira ainda quando a bomba entrou em falha parou.

- O vapor ainda no interior da caldeira será conduzido para o injetor e assim como o operador da caldeira deve proceder para ir apagando a fornalha por abafamento fechando as portas de entrada de ar secundário e primário.

4. ATUAR CORRIGINDO
Se alguma ação anterior não ocorrer satisfatoriamente voltar a corrigir o que chamamos rodar o PDCA.

http://www.compeconline.com.br/loja/produtos_descricao.asp?lang=pt_BR&codigo_produto=396

https://youtu.be/3dRio-EJvsQ

Fortaleza CE, 12 de Agosto de 2017
Eng° José Vilmar Pinto de Sousa
Consultor SÊNIOR / ELETROMECÂNICA / QSMA
Engenheiro Mecânico
Engenheiro de Segurança do Trabalho
Engenheiro de Controle e Automação Industrial
CREA 8365 Registro Nacional: 060460684-2
E-mail: engjosevilmar@hotmail.com
http://www.engjosevilmar9.wix.com/eletromecanica-qsma
http://engjosevilmar.blogspot.com.br/
https://br.linkedin.com/in/josé-vilmar-92400435
Skype: engjosevilmar
Cel.: 85 999475695

Postar um comentário