domingo, 8 de dezembro de 2013

Oxicorte GLP

“CISMADOS” com o Oxicorte GLP?

Srs.
Alguns profissionais ficam "CISMADOS" com o Oxicorte GLP referente aspectos de segurança, o que posso informar se forem tomadas as devidas providencias que ativam a PERCEPÇÃO DO RISCO como APR - PT e que disponham de POP para realizar a tarefa de CORTE DE CHAPA, vergalhões e ou metal que busque cortar.
O processo Oxicorte GLP e ou acetileno pode ser explicado pela a erosão do material, seja a EROSÃO TERMICA pela AÇÃO DO CALOR. Observar que os óxidos formados durante o processo de corte possuem ponto de fusão inferior a do aço que se fundem provocando assim a separação do material. E a tarefa executada será segura.
É sempre é possível EVITAR O ACIDENTE.

Comento:
Oriento que tenham o cuidado de configurar o Conjunto Oxicorte GLP, observem no procedimento a montagem das válvulas contra fluxo na entrada do maçarico de corte e as chamadas válvulas corta fogo entre os reguladores de pressão e mangueiras de Oxigênio e GLP dos seus respectivos cilindros. Observar as pressões de tabela para o combustível GLP e para o comburente Oxigênio e esse cuidado nos dará a vazão correta de GLP e OXIGENIO conveniente com a espessura de chapa que se vai cortar e com certeza trará resultados de retorno de custo satisfatório, pois, imagine numa grande obra onde se tenha que preparar muitas e muitas peças na CALDEIRARIA o que refletirá esse cuidado de ajuste de pressões e vazões a uma economia considerável.

DICA DE VIVENCIA EM TRECHOS TRABALHADOS E EM ESPECIAL SÃO CUIDADOS QUE SÃO PASSADOS COMO FOSSEM AS PRIMEIRAS LETRAS DA CARTA DE A, B, C:
1. É NO CUIDADO DE SELECIONAR A MANGUEIRA QUE VAI ENCAIXAR NAS ESPIGAS dos componentes veja se a bitola da espiga e coerente com o diâmetro da mangueira, pois, a espiga deve entrar na mangueira de forma PRE APERTADA PELA RAZÃO DE SEU DIAMETRO SER LEVEMENTE MAIOR QUE O DIAMETRO DA MANQUEIRA esse cuidado dará a garantia de vedação e quando apertarem a abraçadeira mais uniforme ficará as partes que se apertam.
2. Graxas e óleos em contato com esse processo pode haver combustão pelo contato com o oxigênio, evite luvas sujas de graxa e óleo.
3. Cuidado para não disparar o gatilho do maçarico de forma indevida no acendimento do maçarico, o oxigênio ambiente já é suficiente para abrir a chama OxiGLP e ou Oxiacetilenica. E depois ajuste a chama de corte.
4. Aprendam como acender e apagar o maçarico: Lembre no acendimento do maçarico primeiro abra a válvula do GLP e ou acetileno só depois abra a válvula de oxigênio do maçarico e para apagar o maçarico feche primeiro a válvula de GLP e ou acetileno e depois a do oxigênio. E nunca usem isqueiro para acender maçaricos.
5. Sigam as informações de cuidados que os fabricantes ESAB / CONDOR orienta em seus manuais. ALERTA:
NÃO TROQUEM A MANGUEIRA DE 5/16" por 3/8" lembro que 3/8'  é 1/16"  maior isso dificultará a vedação e falha grave pode provocar vazamentos de ambos e num acendimento indevido você pode está produzindo um LANÇA CHAMAS e se queimar, queimar seus colegas e ainda até o patrimônio.

6. Mantenham um ponto de apoio fiquem firme na hora do corte.
HISTÓRICO:
Sabe-se que a muitos anos se usa GLP e inclusive em grandes obras tenho registro de desde 1967.





Postar um comentário