sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

ENERGIA SOLAR

ENERGIA SOLAR
AS DEZ MAIORES USINAS SOLARES DO MUNDO

Srs.
Aqui na Cidade de Tauá CE, temos USINA SOLAR DE TAUA utiliza a Tecnologia: Solar Fotovoltaica [SF], Capacidade: 1 MW esse é empreendimento pioneiro da MPX do Megaempresário brasileiro EIKE BATISTA.
E no mundo a maior Usina Solar está na Califórnia EUA utiliza a Tecnologia: Concentração de Energia Solar [CSP], Capacidade: 354 MW.

Comento:
Torno a comentar pelo que tenho afirmado do fascínio que tenho por energia elétrica, pois, são dos sorvedouros naturais como o sol, à água e ar presente nos dados pela natureza onde sem dúvidas conseguiremos a energia limpa que precisamos não se admirem do que possa acontecer num futuro próximo o que já está acontecendo.

Estamos no nordeste e praticamente temos o ano todo de sol, são poucos meses de chuva, quando temos a benção do inverno, como diz nosso homem do campo serrano/sertanejo no máximo chove quatro meses: março, abril, maio e Junho e sabemos que inverno de boa sofra tem que chover e fazer sol.
Certo é que temos esse “nicho de potencial para gerar energia limpa” aqui no nordeste e junto a empreendimentos sérios que possam trazer “agua para nossa região” acredito que poderemos conviver com seca e me parece pelo pouco que conheço da terra.

Lembro que o papai sempre foi ligado muito a terra e testemunho que o Seu Alfredo Pereira fazia uns Roçados aí nas terras do Seu Ossian Gomes, bem aí logo que passa COOPITA aonde tinha uma pequena barragem do lado direito de quem segue na BR 222 e quando o inverno era bom tudo dava até girimum se plantava ali.
Assim como cansei de ver papai plantar no seco nas primeiras chuvas espaças que apareciam no fim de janeiro / fevereiro eu sabia que me dizia que estava futurando até o dia 19 de março quando todos nós tínhamos a esperança da vinda de inverno bom.
Vi meu pai aguar o chão seco para salvar a pequena lavoura e assim também vi ele do pouco que colhia da lavoura pagar a renda a seu Ossian Gomes e que eram muitos amigos e seu Ossian dizia para o papai seu Alfredo “não se preocupe com isso não” e pai dizia é sua parte plantei na sua terra e ficavam conversando os dois demoradamente.

Lembrando esse comportamento do papai em acreditar na vinda da chuva. Penso com a engenharia podemos trazer a água que sobra aonde tenha no Brasil rumo ao nordeste e aqui temos ventos e sol o ano todo então se houver empreendimentos sérios no aproveitamento desses energéticos poderemos conviver com a seca.

Nota:
Faço referencia a formas de produção de energia pela técnica de Concentração de Energia Solar (CSP) e a técnica Solar Fotovoltaica (SF) é só uma noção e assim como enumero as 10 maiores USINAS EÓLICAS DO MUNDO.
E pelo que tenho pesquisado a revolução desencadeada pela Chanceler Angela Merkel da ALEMANHA continua, tomei conhecimento que essa Fundação Desertec é uma iniciativa global da sociedade civil com o objetivo de construir um futuro sustentável.
Foi criado em 20 de janeiro de 2009 como uma fundação sem fins lucrativos, que nasceu de uma rede de cientistas, políticos e economistas de todo o Mediterrâneo, que juntos desenvolveram o conceito Desertec. Membros fundadores da Fundação Desertec são a Associação Alemã do Clube de Roma, os membros da rede internacional, bem como comprometidos particulares.
E tem planos de construção de grandes USINAS SOLARES nas regiões desérticas próximo ao mediterrâneo para suprir a Europa de energia limpa forma de evitar a queima de combustíveis sólidos que geram CO2.

TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA APARTIR DO SOL.
Tecnologia: Concentração de Energia Solar (CSP)
Tecnologia: Solar Fotovoltaica [SF]

Tecnologia: Concentração de Energia Solar (CSP)
Link foto:



Os sistemas de concentração de energia solar, ou concentrating solar Power (CSP), usam lentes e/ou espelhos associados a mecanismos de seguimento para focar grandes áreas de luz solar em pequenos feixes. Esta luz concentrada é depois utilizada como fonte de calor para centrais térmicas convencionais, ou então aplicada em superfícies fotovoltaicas.

Tecnologia: Solar Fotovoltaica [SF]
Link foto:
A energia solar atinge uma célula fotovoltaica criando eletricidade.



A célula fotovoltaica permite a conversão directa de energia luminosa em energia eléctrica e o seu funcionamento é semelhante ao de um díodo foto-sensível; baseia-se nas propriedades dos materiais semi-condutores.
A célula é composta por duas camadas de material semicondutor dopadas de forma diferente:
• na camada N, existe um excesso de electrões periféricos.
• na camada P, existe um défice de electrões.

Desta forma, existe uma diferença de potencial entre estas duas camadas. Os electrões periféricos (camada N) ao captarem a energia dos fotões, saltam a barreira de potencial, criando assim uma corrente contínua. Para a condução desta corrente, existem dois eléctrodos nas camadas de semicondutor (ver figura acima). O eléctrodo superior é em forma de grelha por forma a deixar passar os raios luminosos. Sobre este eléctrodo é deposta uma camada anti-reflexo de forma a aumentar a quantidade de luz absorvida.

AS DEZ MAIORES SOLARES DO MUNDO
Sistemas Geradores de Energia Solar (SEGS – do inglês, Solar Energy Generating Systems), Califórnia, Estados Unidos (1/10).

Tecnologia: Concentração de Energia Solar (CSP)
Capacidade: 354 MW

Formada por nove usinas de energia solar — as duas maiores com capacidade de 80 MW cada uma —, a SEGS utiliza quase um milhão de espelhos parabólicos para acompanhar o sol.
O sistema concentra a luz solar sobre um recipiente central contendo óleo sintético, que é aquecido até 400 graus Celsius.
Um trocador de calor o transfere para a água, que ferve e produz o vapor que aciona a turbina. A empresa NextEra Energy Resources, que opera essa central de energia, afirma que a SEGS alimenta 232.500 residências e deixa de emitir 3.800 toneladas de poluição por combustíveis fósseis a cada ano.
Martin Next Generation Solar Energy Center (Centro Martin de Energia Solar de Próxima Geração), Flórida, Estados Unidos (2/10).

Tecnologia: Concentração de Energia Solar (CSP)
Capacidade: 75 MW

Um caminhão-guindaste híbrido e um carro elétrico para conectar à rede são exibidos na cerimônia inaugural da usina. Prevista para estar pronta no fim de 2010, essa instalação será a primeira usina híbrida movida a energia termossolar e gás natural, devendo atender a 11 mil residências por ano.
Pelos próximos 30 anos ou mais, essa usina vai evitar a emissão de mais de 2,75 milhões de toneladas de gases de efeito estufa. Segundo a EPA, a agência norte-americana de proteção ambiental, isso equivale a tirar de circulação mais de 18.700 automóveis a cada ano nos próximos 30 anos.

Nevada Solar One, Nevada, Estados Unidos (3/10).

Tecnologia: Concentração de Energia Solar (CSP)
Capacidade: 64 MW

A usina de geração Nevada Solar One aproveita a energia solar para suprir mais de 14 mil residências a cada ano. Para isso, são utilizados mais de 180 mil espelhos parabólicos que concentram a luz do sol sobre tubos de aço cheios de óleo.
O óleo passa por um extrator de calor que ferve a água e produz o vapor que impulsiona a turbina geradora de eletricidade. A empresa Aciona proprietária do empreendimento, afirma que, em termos de emissões de carbono, essa usina equivale à retirada das ruas de 20 mil veículos por ano.

Parque Fotovoltaico de Olmedilla, La Mancha, Espanha (4/10).

Tecnologia: Solar Fotovoltaica
Capacidade: 60 MW

Finalizada em 2008, Olmedilla é a maior usina fotovoltaica do mundo, utilizando 270 mil painéis fotovoltaicos que convertem diretamente a luz solar em eletricidade, fornecida a 40 mil moradias. A usina foi construída em apenas 16 meses a um custo de 384 milhões de euros. A Espanha é uma das líderes mundiais em usinas solares fotovoltaicas independentes de grande porte, como a central de Olmedilla, cuja capacidade de geração superou 2.800 MW em 2009. As usinas geradoras dominam o mercado solar espanhol, tendo fornecido cerca de 80% da capacidade solar total em 2008.

Parque Solar de Strasskirchen, Strasskirchen, Alemanha (5/10).

Tecnologia: Solar Fotovoltaica
Capacidade: 54 MW
Inaugurada em 2009, essa central pertence a uma nova geração de usinas solares fotovoltaicas de grande escala que têm proliferado na Alemanha desde 2008.
Na ocasião, oito das dez maiores usinas geradoras fotovoltaicas do mundo estavam na Espanha, mas em abril de 2010 a Alemanha passou a liderar o ranking.
A planta de Strasskirchen tem capacidade geradora suficiente para suprir 15 mil moradias.
Seu parque possui cerca de 25 mil módulos solares que utilizam tecnologia de célula solar cristalina e estão espalhados em uma área equivalente a 270 campos de futebol. Sua produção reduz em 35 mil toneladas por ano as emissões de dióxido de carbono.

Parque Fotovoltaico de Lieberose, Brandenburgo, Alemanha (6/10).

Tecnologia: Solar Fotovoltaica
Capacidade: 53 MW

Construída em 2009 no local de uma antiga área de treinamento militar, a fazenda solar de Lieberose é a segunda maior da Alemanha, ocupando mais de 163 hectares.
Na verdade, essa é uma instalação temporária. As empresas responsáveis, Juwi e First Solar, têm um contrato de 20 anos – após esse prazo, a instalação será desmontada e os painéis solares serão reciclados.
Lieberose utiliza painéis solares de película fina e pode suprir até 15 mil residências. A produção energética do parque elimina 35 mil toneladas de CO2 por ano, o que equivale a tirar das ruas 8.500 carros.

Andasol, Andaluzia, Espanha (7/10).

Tecnologia: Concentração de Energia Solar (CSP)
Capacidade: 50 MW

Andasol é a primeira usina termossolar de calha parabólica, fornecendo eletricidade para até 200 mil pessoas desde março de 2009.
É também a primeira usina comercial de energia solar no mundo com capacidade de armazenamento. Durante o dia, a luz solar refletida pelos espelhos parabólicos aquece sal liquefeito. À noite, o sal esfria e libera o calor, que gera mais vapor.
Esse processo permite à usina 7,5 horas de geração durante a noite ou com céu nublado.

Alvarado I, Extremadura, Espanha (8/10).

Tecnologia: Concentração de Energia Solar (CSP)
Capacidade: 50 MW

Finalizada em julho de 2009, a central de Alvarado I utiliza a tecnologia de calha parabólica e consiste de 768 coletores termossolares que fornecem eletricidade para alimentar em torno de 50 mil residências. A usina produz aproximadamente 105.200 megawatts-hora de eletricidade por ano (uma capacidade média de 12 MW). Está prevista a construção de uma segunda unidade de 50 MW, a Alvarado II, na mesma área.

Parque Fotovoltaico Puertollano, Castilha, Espanha (9/10).

Tecnologia: Solar Fotovoltaica
Capacidade: 48 MW

A usina de energia solar de Puertollano utiliza 231.653 painéis solares fotovoltaicos fixos para gerar eletricidade. Cada painel é posicionado em um ângulo de 33 graus e voltado para o sul, para maximizar a capacidade de geração nessa região, que é uma das mais ensolaradas da Europa.

Central Solar Fotovoltaica de Moura, Amareleja, Portugal (10/10)

Tecnologia: Solar Fotovoltaica
Capacidade: 46 MW

Embora ocupe atualmente o décimo lugar da lista, a central de Moura está prevista para subir de posição no fim de 2010, quando outra unidade com capacidade de 20 MW de geração vier a se somar aos 2.520 painéis solares gigantes que existem hoje.
Os painéis móveis mantêm um ângulo constante de 45 graus. A maioria deles é configurada como estruturas fixas, mas um quarto dos painéis se movimenta para acompanhar 240 graus do percurso do sol todos os dias.
A central já produz eletricidade suficiente para o consumo elétrico anual de 15 mil europeus, segundo a empresa Acconia, proprietária da usina e que também instalou uma fábrica de painéis solares nas proximidades.

Links para quem queira se inteirar mais do assunto.
http://wikienergia.com/~edp/index.php?title=Concentração_de_energia_solar
Postar um comentário